COLNIZA

POLÍTICA

Deputado Claudinei alerta sobre o déficit de servidores na Polícia Judicária Civil de MT

Publicados

em


Foto: Ronaldo Mazza

O deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) recebeu informações da Secretaria de Estado de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp), por meio da Diretoria Geral da Polícia Judiciária Civil (PJC), sobre o quantitativo de cargos vagos, déficit atualizado e a estimativa de aposentadoria de servidores da PJC para os próximos dois anos. Essa demanda atende ao requerimento de n.º 246/2021 que solicitou ainda, informações sobre a existência de estudo para a realização de novo concurso público ou contratações. 

De acordo com o documento assinado pelo delegado-geral da PJC, Mário Demerval, está em andamento os trâmites processuais referentes ao concurso público autorizado pelo governo de Mato Grosso. Também, é informado que nos próximos dois anos, entre 2021 a 2023, serão aposentados 25 delegados, 37 escrivães e 138 investigadores de polícia. 

Reivindicação

Conforme o parlamentar, além da PJC, ele também reivindicou informações sobre o quadro de pessoal de outras instituições da segurança pública, sendo a Polícia Militar, Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), Sistema Penitenciário e Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso, para ter um parâmetro da situação quanto ao déficit de servidores. 

Leia Também:  Faissal visita escola de Santo Antônio de Leverger que recebeu 88 mil em emendas para reforma predial

“A gente, que é da base da segurança pública, tem cobrado muito a realização de novos concursos públicos. Praticamente todas as áreas estão precisando. Lembrando que os aprovados no concurso público do sistema penitenciário aguardam a nomeação. Já estamos recebendo as respostas e a primeira que recebemos foi da Polícia Judiciária Civil. Faltam informações das outras instituições e conforme forem chegando, vamos compartilhar e divulgar com a população”, diz Claudinei.

Outro dado apresentado pela PJC foi do lotacionograma da instituição, divulgado no Diário Oficial do Estado (DOE) do dia 22 de abril deste ano. Ele aponta, neste segundo trimestre de 2021, 5.754 cargos criados, 2.987 ocupados e 2.767 vagos que são subsidiados pela legislação vigente.  

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA

Novo Código de Ética e Disciplina dos militares de Mato Grosso será discutido em audiência pública

Publicados

em


Foto: Marcos Lopes

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso realiza, na próxima segunda-feira (12), às 9 horas, no plenário das deliberações “Deputado Renê Barbour”, audiência pública para debater novo Código de Ética e Disciplina dos militares de Mato Grosso, que tem causado polêmica entre a tropa. 

O comandante geral da Polícia Militar, coronel Jonildo José de Assis, e comandante geral do Corpo de Bombeiros, Alessandro Borges, foram convidados, através de documento aprovado no dia 30 de junho, e assinado pela Comissão de Segurança Pública e Comunitária. 

A convocação, aprovada por iniciativa do deputado estadual Elizeu Nascimento (PSL), que é sargento da PM,  tem o intuito de possibilitar debate mais amplo com relação ao novo código e, ainda, divulgar temas que influenciem a vida da tropa militar de Mato Grosso.

Conforme o deputado Elizeu, a Lei Federal determina que todos os estados brasileiros criem o seu próprio código. Por isso, Governo do Estado enviou à Assembleia projeto de lei que altera regulamento disciplinar dos militares. Mudanças, contudo, desagradam parte da Polícia Militar e dos bombeiros militares de Mato Grosso.

Leia Também:  Botelho articula parceria para mutirão de cirurgias ortopédicas em VG

Já confirmaram presença, o sub-tenente Gonzaga, deputado federal pelo estado de Minas Gerais; sub-tenente Helder, presidente da ASPRA de Minas Gerais; sub-tenente Eliabe Marques, deputado estadual do estado Rio Grande do Norte  e Jesuino Boabaid, presidente da Associação dos Praças e Familiares da PM e BM  DO Estado de Rondônia (ASSFPOM).

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

COLNIZA

CIDADES

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA