COLNIZA

POLÍTICA

Faissal cobra informações sobre o local onde o governo pretende construir hospital regional em confresa

Publicados

em


Foto: ANGELO VARELA / ALMT

O deputado estadual Faissal Calil (PV) apresentou, na sessão da manhã desta quarta-feira (23), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), um requerimento de informações (nº 307/2021) sobre a obra do Hospital Regional do Araguaia, em Confresa.  O parlamentar pede explicações sobre a posse do imóvel onde o  governo do estado quer instalar a unidade de saúde, além de supostas irregularidades relativas ao local onde ele será construído.

Faissal questiona no pedido se foi analisado pelo governo do estado, no parecer homologado sobre a construção do hospital regional, em Confresa, a titularidade do imóvel. O deputado aponta que a empresa Frenova Imobiliária e Negócios Ltda., que quer vender o espaço onde a obra será erguida, sequer possui a posse do terreno. A área foi alvo de uma disputa judicial que tramitou na 1ª Vara de Porto Alegre do Norte,  com processo já transitado em julgado e posse em favor de Ricardo Aloísio Babinski.

“Quem, em sã consciência, iria adquirir um imóvel em litígio? Acredito que ninguém, mas o Estado de Mato Grosso quer fazer isso. Quem quer vender, sequer tem a posse, pois esta pessoa a perdeu em juízo, já transitado em julgado. Ninguém compraria um imóvel só no papel, sem ter a posse, que é o principal”, afirmou.

Leia Também:  Sancionada lei que incentiva instalação de usinas de oxigênio medicinal em Mato Grosso

A instalação do hospital regional estava prevista para ser feita em Porto Alegre do Norte, mas a atual gestão do governo do estado decidiu alterar os planos e instalar a unidade de saúde em Confresa. No pedido de informações, Faissal questiona ainda sobre a existência de um lixão localizado bem próximo ao local onde será erguida a obra, o que, segundo o parlamentar, seria mais um transtorno.

“Vejo isso de duas formas. Ou o governo do estado não quer fazer este hospital, ou está me ‘cheirando mal’. Esta mudança de sede, de Porto Alegre do Norte para Confresa, fede. Fede tanto quanto o lixão localizado logo atrás do local onde o Executivo quer instalar esta unidade de saúde. Este Parlamento precisa conversar com o governador e o secretário de Saúde para tentar convencer o Estado a rever esta questão. Esta pessoa que quer vender, sequer tem o que vender”, completou.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA

Novo Código de Ética e Disciplina dos militares de Mato Grosso será discutido em audiência pública

Publicados

em


Foto: Marcos Lopes

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso realiza, na próxima segunda-feira (12), às 9 horas, no plenário das deliberações “Deputado Renê Barbour”, audiência pública para debater novo Código de Ética e Disciplina dos militares de Mato Grosso, que tem causado polêmica entre a tropa. 

O comandante geral da Polícia Militar, coronel Jonildo José de Assis, e comandante geral do Corpo de Bombeiros, Alessandro Borges, foram convidados, através de documento aprovado no dia 30 de junho, e assinado pela Comissão de Segurança Pública e Comunitária. 

A convocação, aprovada por iniciativa do deputado estadual Elizeu Nascimento (PSL), que é sargento da PM,  tem o intuito de possibilitar debate mais amplo com relação ao novo código e, ainda, divulgar temas que influenciem a vida da tropa militar de Mato Grosso.

Conforme o deputado Elizeu, a Lei Federal determina que todos os estados brasileiros criem o seu próprio código. Por isso, Governo do Estado enviou à Assembleia projeto de lei que altera regulamento disciplinar dos militares. Mudanças, contudo, desagradam parte da Polícia Militar e dos bombeiros militares de Mato Grosso.

Leia Também:  Ulysses Moraes quer informações sobre obra parada em terminal rodoviário de São Félix do Araguaia

Já confirmaram presença, o sub-tenente Gonzaga, deputado federal pelo estado de Minas Gerais; sub-tenente Helder, presidente da ASPRA de Minas Gerais; sub-tenente Eliabe Marques, deputado estadual do estado Rio Grande do Norte  e Jesuino Boabaid, presidente da Associação dos Praças e Familiares da PM e BM  DO Estado de Rondônia (ASSFPOM).

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

COLNIZA

CIDADES

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA