COLNIZA

SAÚDE

Cientistas Americanos descobrem superanticorpo capaz de matar variantes do coronavírus

Publicados

em

Foto Internet

Molécula identificada em amostras sanguíneas de pacientes com covid é capaz de matar as variantes do Sars-CoV-2 e outros micro-organismos da mesma família. Descoberta pode ajudar no desenvolvimento de vacinas e tratamentos mais eficazes

Pesquisadores americanos descobriram um anticorpo que pode combater as variantes do Sars-CoV-2 e também outros coronavírus. Os especialistas identificaram a supermolécula de defesa do corpo ao avaliar amostras sanguíneas de indivíduos com covid-19 e testar, em laboratório, o desempenho dessas células protetoras. A descoberta foi publicada na revista Nature e pode contribuir para o desenvolvimento de tratamentos e vacinas mais potentes.

Diante do aumento de casos da doença causado pelo surgimento de variantes genéticas do novo coronavírus, os cientistas saíram em busca de uma célula imune mais potente, capaz de controlar as cepas mais transmissíveis. “Essas variantes carregam mutações no DNA que as fazem mais resistentes ao sistema de defesa do corpo. Um anticorpo ideal para combater o novo coronavírus precisa resistir a esse escape viral”, informam os autores do artigo, liderados por Tyler Starr, bioquímico e membro do Centro de Pesquisa do Câncer Fred Hutchinson, nos Estados Unidos.

Leia Também:  Estudo sobre zika revela que genética é que torna bebê suscetível à microcefalia

Os cientistas examinaram 12 anticorpos, selecionados em uma pesquisa realizada por uma empresa de biotecnologia também estadunidense. Para proteger o corpo humano do vírus, as células de defesa se prendem a fragmentos do patógeno, impedindo, assim, que células sejam infectadas. “Esses fragmentos de proteína são chamados domínios de ligação ao receptor. Nós observamos como esse grupo de moléculas realizava essa tarefa”, relatam.

PUBLICIDADE

Por meio de uma análise genética detalhada, os especialistas avaliaram o desempenho dos 12 anticorpos ao combater o novo coronavírus e também a capacidade das células de defesa de se ligarem a domínios de patógenos que fazem parte da mesma família do Sars-CoV-2, a sarbecovírus. Um dos anticorpos estudados, o S2H97, se destacou pela capacidade de aderência aos domínios de ligação de todos os sarbecovírus testados. A molécula de defesa foi eficaz também contra uma série de variantes do vírus da covid-19 em testes feitos com células humanas e ratos. “Esse é o anticorpo mais interessante que já descrevemos”, enfatiza Starr em uma entrevista à revista Nature.

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

SAÚDE

VACINAÇÃO CONTRA COVID 19 EM COLNIZA GANHARÁ UM ESPAÇO MAIS ACESSÍVEL A PARTIR DE SEGUNDA-FEIRA 05 ABRIL.

Publicados

em

Imagem Ilustrativa

A partir desta segunda-feira (05) a Secretaria Municipal de Saúde retomara a vacinação contra Covid 19 1ª dose e dando continuidade a 2ª fase do plano municipal de vacinação.

A Secretária irá transformar a vacinação em um grande evento para que todos vejam passo a passo da ação que irá ser realizada no pátio da Igreja Católica (Paróquia Sagrada Família) no centro da cidade, onde você poderá se vacinar e ainda contribuir com um quilo de alimento não perecível (Exceto Sal) para as pessoas em situação de Vulnerabilidade Social, o plantão funcionará de 08h as 11h e das 13h as 17h.

A Secretaria respeitará as faixas etárias devido ao lote de vacinas ser pequeno mesmo vacinando somente os grupos prioritários como as comorbidades e aqueles são da vez na sequencia e das faixas etárias respeitadas pela Secretaria de Saúde desde o inicio. E neste momento a faixa etária regularmente são as pessoas de setenta anos acima, a secretaria informa que o lote disponível são de 380 doses e que enquanto tiver vacina serão aplicadas nesta campanha.

Leia Também:  Estudo sobre zika revela que genética é que torna bebê suscetível à microcefalia

Em relação ao restante do estado e até do país, Colniza não está atrasada e que os lotes de vacinas destinadas para Colniza foi o suficiente para manter a vacinação no município atualizada.

O Secretário Jovelino Almeida parabeniza a todos pelo esforço e agradeceu ao Prefeito Milton Amorim e ao vice Marco Antônio, pelo esforço de buscar o maior numero de doses para Colniza, e até mesmo se disponibilizar a comprar mais vinte mil doses assim que o Butantã ou Fiocruz ou outro laboratório pelo mundo resolver vender.

 

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

COLNIZA

CIDADES

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA