COLNIZA

IMUNIZADAS

Primeira Vacina contra a COVID 19 é aplicada em Colniza.

Publicados

em

As Primeiras pessoas vacinadas  em Colniza receberam sua dose hoje na
presença do Prefeito Miltinho e do Secretario Municipal de Saúde Jovelino, as Técnicas
em Enfermagem Miriam Scohi Mendes, Melissa da Silva Lopes e a Médica Drª Jaíne
S. Gasques.

Depois de tanto lutar e se
expor ao vírus até no seu mais alto grau de contaminação, nada mais justo que
este primeiro lote de 158 vacinas sejam direcionadas para aqueles que estão na
frente da luta contra o COVID 19.

O primeiro lote de vacinas destinadas a Colniza são 300, mas
até o momento de fato o que chegou foi realmente 158 e esta quantidade não
cobre nem o próprio pessoal da saúde, mas já é o começo de um recurso que até
então não tinha, que dará mais confiança aos profissionais de saúde.

O Prefeito Milton de Souza Amorim o Secretário Municipal de
Saúde Jovelino e vereadores estiveram presentes na entrega e na vacinação da
primeira pessoa no município, e afirmaram que a esperança de imunizar ao menos
oitenta por cento dos habitantes do município até meado do ano é grande.

Leia Também:  Coronavírus é mais letal para pacientes pretos e pardos

Os Vereadores Ferreira, Ezequias, e o Presidente da Câmara
Oséias Guedes, o Chefe de Gabinete Rogério Alexandre acompanharam o Prefeito
Miltinho para este ato que traz muita esperança para a população Colnizense.

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

SAÚDE

Cientistas Americanos descobrem superanticorpo capaz de matar variantes do coronavírus

Publicados

em

Foto Internet

Molécula identificada em amostras sanguíneas de pacientes com covid é capaz de matar as variantes do Sars-CoV-2 e outros micro-organismos da mesma família. Descoberta pode ajudar no desenvolvimento de vacinas e tratamentos mais eficazes

Pesquisadores americanos descobriram um anticorpo que pode combater as variantes do Sars-CoV-2 e também outros coronavírus. Os especialistas identificaram a supermolécula de defesa do corpo ao avaliar amostras sanguíneas de indivíduos com covid-19 e testar, em laboratório, o desempenho dessas células protetoras. A descoberta foi publicada na revista Nature e pode contribuir para o desenvolvimento de tratamentos e vacinas mais potentes.

Diante do aumento de casos da doença causado pelo surgimento de variantes genéticas do novo coronavírus, os cientistas saíram em busca de uma célula imune mais potente, capaz de controlar as cepas mais transmissíveis. “Essas variantes carregam mutações no DNA que as fazem mais resistentes ao sistema de defesa do corpo. Um anticorpo ideal para combater o novo coronavírus precisa resistir a esse escape viral”, informam os autores do artigo, liderados por Tyler Starr, bioquímico e membro do Centro de Pesquisa do Câncer Fred Hutchinson, nos Estados Unidos.

Leia Também:  SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO FAZ ENTREGA DE MOTOS AOS COORDENADORES DAS ESCOLAS RURAIS.

Os cientistas examinaram 12 anticorpos, selecionados em uma pesquisa realizada por uma empresa de biotecnologia também estadunidense. Para proteger o corpo humano do vírus, as células de defesa se prendem a fragmentos do patógeno, impedindo, assim, que células sejam infectadas. “Esses fragmentos de proteína são chamados domínios de ligação ao receptor. Nós observamos como esse grupo de moléculas realizava essa tarefa”, relatam.

PUBLICIDADE

Por meio de uma análise genética detalhada, os especialistas avaliaram o desempenho dos 12 anticorpos ao combater o novo coronavírus e também a capacidade das células de defesa de se ligarem a domínios de patógenos que fazem parte da mesma família do Sars-CoV-2, a sarbecovírus. Um dos anticorpos estudados, o S2H97, se destacou pela capacidade de aderência aos domínios de ligação de todos os sarbecovírus testados. A molécula de defesa foi eficaz também contra uma série de variantes do vírus da covid-19 em testes feitos com células humanas e ratos. “Esse é o anticorpo mais interessante que já descrevemos”, enfatiza Starr em uma entrevista à revista Nature.

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

COLNIZA

CIDADES

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA